10/05/2019 às 08h31min - Atualizada em 10/05/2019 às 08h31min

Neymar é suspenso por três partidas por soco em torcedor depois da final da Copa da França

Punição começa a valer na próxima semana, e craque brasileiro pode entrar em campo contra o Angers, no sábado que vem, pela antepenúltima rodada do Campeonato Francês

- Fonte: Globo Esporte
Neymar em PSG x Rennes — Foto: EFE/EPA/IAN LANGSDON

A Federação de Futebol da França (FFF) anunciou nesta sexta-feira que a Comissão Disciplinar puniu Neymar com três jogos de suspensão pelo soco que deu num torcedor depois da final da Copa da França, em 27 de abril passado, quando o Paris Saint-Germain perdeu nos pênaltis para o Rennes. A sanção começa a valer somente a partir da próxima semana, deixando o brasileiro liberado para entrar em campo pela última vez na temporada no sábado que vem, contra o Angers, pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Francês.
 
Neymar ficará fora das duas rodadas finais da competição nacional, diante do Dijon, em casa, e Reims, fora, e da Supercopa da França, em 3 de outubro, na China.
 
Torcedor agredido por Neymar diz que se arrepende, mas critica ato do brasileiro e quer reencontrá-lo
 

Daniel Alves condena agressão de Neymar: "Por mais que seja amigo, não posso ser a favor"

 
Nesta sexta-feira, Neymar também apresentou recurso de apelação contra a suspensão de três partidas na Liga dos Campeões da próxima temporada, anunciada pela Uefa em 26 de abril passado. O atacante foi punido por insultar a arbitragem em sua conta do Instagram depois da marcação do pênalti com auxílio do VAR que determinou a eliminação do PSG da Champions pelo Manchester United. Lesionado na época, o brasileiro assistiu à partida nas tribunas do Parque dos Príncipes. A data para avaliação final da sanção ainda não foi marcada.
 
Jornal revela briga entre Neymar e Draxler, e brasileiro teria dito: "Você só dá passe para trás"
 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp