12/05/2019 às 09h15min - Atualizada em 12/05/2019 às 09h15min

Relatório sobre rachaduras no Pinheiro, Mutange e Bebedouro

Fissuras começaram a surgir em ruas e imóveis há mais de um ano. Estudos comprovam que extração de sal-gema causou o fenômeno.

- Fonte: G1 AL
Primeiras rachaduras em imóveis e ruas do bairro do Pinheiro, em Maceió, apareceram no início de 2018 — Foto: Reprodução/TV Gazeta

RESUMO

- As primeiras rachaduras surgiram no Pinheiro, em Maceió, e depois se espalharam no Mutange e em Bebedouro.
- Serviço Geológico confirma que extração de sal-gema pela Braskem provocou as rachaduras.
- Braskem informou que vai analisar os resultados e reiterou que tem colaborado com as autoridades.
- Estudos consideram possibilidade de afundamento do solo, mas descartam vazamento de gás tóxico.
- Áreas de risco aumentaram e um novo mapa incluindo os 3 bairros deve ser divulgado; mais de 500 imóveis já foram desocupados no Pinheiro.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp