30/08/2021 às 07h27min - Atualizada em 30/08/2021 às 07h27min

Líder de movimento antimáscara morre de covid-19 aos 30 anos nos EUA

O líder de um movimento antimáscara nos Estados Unidos, Caleb Wallace, morreu aos 30 anos de covid-19, conforme informou ontem mulher dele, Jessica Wallace. A notícia foi publicada em uma página de campanha virtual criada por Jessica para arrecadar fundos com intuito de pagar os custos de saúde do marido, que estava internado com a doença desde o dia 30 de julho.

"Caleb morreu em paz. Ele viverá para sempre em nossos corações e mentes", escreveu a mulher na página da campanha. Wallace, que residia em San Angelo, no Texas, foi o fundador do grupo "The San Angelo Freedom Defenders" (Defensores da Liberdade de San Angelo, em tradução livre).
 

O objetivo dos integrantes é "educar e capacitar os cidadãos a fazerem escolhas informadas sobre a política local, estadual e nacional e encorajá-los a participar ativamente de seu dever de garantir direitos dados por Deus e protegidos constitucionalmente", conforme reportou o The New York Daily News.

Ele chegou a organizar um comício antimáscara no dia 4 de julho no ano passado, a chamada "The Freedom Rally". Mais tarde, em dezembro, publicou uma mensagem na página oficial do grupo defendendo que as máscaras não eram eficazes para prevenir contra a covid-19. Apesar da crença, o uso da proteção é recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) no combate à pandemia.

 

Segundo o Huffington Post, Wallace começou a sentir os sintomas da covid-19 no dia 19 de julho deste ano, mas a mulher afirmou que ele se recusou a fazer o teste e começou a se medicar por conta própria com aspirina, zinco, vitamina C e ivermectina, medicamentos que não têm comprovação científica em relação à doença.

"Ele era tão teimoso", disse Jessica ao San Angelo Standard-Times. "Ele não queria ver um médico, porque não queria fazer parte das estatísticas com os testes da covid-19". Ela ainda contou que o marido "não conseguia respirar sozinho" e, após ser hospitalizado, precisou do apoio de oxigênio e ventilação para melhorar a sua condição.

Wallace deixa três filhas e a mulher, que estava grávida de uma quarta criança cujo nascimento está previsto para ocorrer em setembro.









fonte:tnh1.com




 

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp