20/01/2022 às 09h16min - Atualizada em 20/01/2022 às 09h16min

Beneficiários recebem cestas básicas no estacionamento da SMTT

Distribuição dos alimentos prossegue até esta quinta-feira (20) para as famílias da Cidade Universitária e Santos Dumont, das 8h às 14h

Para garantir a segurança alimentar das famílias em vulnerabilidade social, a Secretaria de Assistência Social de Maceió (Semas) continua com a distribuição das 21.670 cestas básicas. Nesta quarta-feira (19), os alimentos foram entregues para os representantes familiares residentes nos bairros Cidade Universitária e Santos Dumont, ambos na parte alta da cidade. Os usuários podem receber o benefício até esta quinta-feira (20), no estacionamento da SMTT, que fica na Avenida Durval de Góes Monteiro, 429, Tabuleiro do Martins, das 8h às 14h.

Alessandra dos Santos Lima tem 26 anos, é autônoma e estava com o esposo, Gilverlan Santos de Albuquerque. Eles moram no bairro Cidade Universitária. Desempregada, ela se tornou microempreendedora individual, confeccionando e vendendo laços infantis. “A gente já estava precisando. A cesta chegou numa boa hora e o atendimento foi excelente, a gente nem esperou muito”, conta.
 

Gilverlan comenta que assistiu as notícias da fila na televisão e não acreditou quando chegou no estacionamento da SMTT e viu que estava vazio. “Foi totalmente diferente do que a gente viu na televisão, sem fila e totalmente vazio. Não houve tumulto e acredito que não é necessário dormir no local. A gente chegou num horário bom, sem aglomeração, o pessoal foi organizado e o atendimento foi cem por cento, excelente!”, elogia.

Outro casal que já havia recebido os alimentos foi Wiliane Rodrigues, dona de casa casada com o auxiliar de farmácia Luciano da Silva. “Cheguei ainda agora. Ia vir logo cedo, mas disseram que tinha muita gente, mas, graças a Deus, estava tranquilo e deu tudo certo”, diz Luciano. Eles moram com os dois filhos no Vilage Campestre, que fica no bairro Cidade Universitária. “É muito importante receber esses alimentos, porque supre as necessidades da nossa família”, revela Wiliane.
Acompanhada do marido e dos filhos Pedro Gabriel e Eloá Gabriele, a dona de casa Valmira da Silva, de 26 anos, comenta que recebeu a cesta básica sem sufoco. "Só fiz chegar e pegar os alimentos. Meu esposo é servente de pedreiro e está desempregado também. É uma ajuda muito grande para a gente que não trabalha”, relata. Valmira mora com a família no Maceió 1, também no bairro Cidade Universitária.





secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

75.6%
24.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp