08/11/2021 às 10h22min - Atualizada em 08/11/2021 às 10h22min

Conselho da Pessoa com Deficiência realiza eleição do biênio 2021/2023

Resultado do pleito será publicado no Diário Oficial do Município no dia 12 de novembro

Na manhã desta sexta-feira (5), foi realizada das 9h às 11h, na Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), no bairro do Poço, a eleição para a escolha das entidades representantes da sociedade civil que irão integrar o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência no biênio 2021/2023.

Disputaram o pleito, oito instituições que cumpriram os requisitos previstos no edital. As seis vagas são destinadas a representantes de organizações da sociedade civil, sendo duas dos segmentos de pessoas com deficiência intelectual. Os demais segmentos, tais como síndromes, deficiência física, auditiva e as decorrentes de patologias, concorreram a uma vaga para cada instituição.
 

A presidente da Comissão Eleitoral, Sinézia Duarte, enfatizou a importância do trabalho contínuo que os novos conselheiros terão para promover os direitos das pessoas com deficiência. Sinézia é representante da Associação Família Alagoana Down.

“A eleição é importante para que as instituições sejam representadas dentro do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. É necessário que os novos empossados possam ir em busca de melhorias, de planos dentro dos segmentos da pessoa com deficiência para que, no final, possamos garantir os direitos e consagrar outros. Muitas vezes, esses indivíduos são excluídos da sociedade e, enquanto conselho, temos que lutar para que esse grupo seja fortalecido”, revelou a presidente da comissão eleitoral.

A instituição que se candidatou para representar no Conselho o segmento de pessoas com deficiência visual não pôde participar da eleição porque a documentação apresentada não preencheu os requisitos necessários presentes no edital. Com a ausência de representatividade, caberá ao pleito decidir a ocupação da vacância.

 

Representando a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, conhecida como APAE, Graça Xavier, participou da eleição. Ela falou da necessidade de lutar em benefício das pessoas com deficiência para garantir a efetivação de políticas públicas específicas.

“A eleição é um processo democrático, onde todas as instituições que fizeram as inscrições vão concorrer na área de atuação. É imprescindível que haja a representação não somente do segmento com o qual trabalham, como também levantem a bandeira em detrimento de todos os deficientes do município de Maceió. O papel do conselho é dar melhoria na qualidade de vida, bem como batalhar em cima de políticas públicas que beneficiem esses indivíduos”, ressaltou Graça.
A coordenadora pedagógica da Associação Pestalozzi de Maceió, Juliana Fernandes, destacou a importância da participação da sociedade civil no processo eleitoral. ” Na instituição, o atendimento visa a liberdade, independência e autonomia. Deste modo, torcemos para que os eleitos possam batalhar e propagar, de forma igualitária, os direitos de todas as pessoas com deficiência”, revelou Juliana.

 

Resultado da eleição

O resultado da eleição será divulgado no dia 8 de novembro. Conforme o edital, os recursos de anulação e impugnação do pleito podem ser requeridos no dia 10. O resultado oficial será divulgado no Diário Oficial do Município no dia 12 e a posse dos novos conselheiros está marcada para o dia 30 de novembro



secommaceio




 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp