11/10/2019 às 11h02min - Atualizada em 11/10/2019 às 11h02min

Após briga com Anitta, gravadora quer fazer de Ludmilla uma estrela

Fomentada pelos fãs de ambas, a treta atravessou fronteiras comerciais

Gazetaweb
Foto: Reprodução
A ​briga entre Anitta e Ludmilla não se restringiu apenas às redes sociais das cantoras e pitacos familiares. Fomentada pelos fãs de ambas, a treta atravessou fronteiras comerciais e com isso acordos pré-concebidos pelas duas estão sendo revistos. Ludmilla, inclusive, está na mira de uma grande gravadora para se mudar de mala, cuia e perucas.

Tanto a Poderosa quanto a Danada fazem parte da Warner Music, que chegou a se pronunciar sobre a desavença em torno dos direitos autorais de "Onda diferente", que para muitos seria o estopim da confusão. Como já contamos aqui, não foi. Mas, sim, foi o fato de Anitta não levar somente a música de Lud para Cardi B escolher gravar.

A ordem agora, tanto na "casa" das moças quanto na gravadora concorrente, é aguardar a reação do mercado nos próximos dias para saber se o barraco pop vai afetar as vendas de shows e músicas das duas nas plataformas digitais, e se algum artista vai cancelar parcerias previamente agendadas. Caso não haja reação negativa, um contrato será proposto a Ludmilla.

O trunfo da concorrente é dar à cantora plena liberdade e autonomia para fazer o projeto que quiser. Como se sabe, "Onda diferente" foi recusada pela Warner quando Lud apresentou o funk. Ela mesma contou na internet que a gravadora não quis deixá-la trabalhar a música e ela jogou a composição na internet até Anitta ouvir, intervir e querer gravar. A gravadora disse sim na hora.

Nunca foi segredo para ninguém que dentro do segmento pop, Anitta tem mais espaço na Warner que Ludmilla. E isso pode corroborar para que ela aceite conversar com a grande concorrente. A tensão nos bastidores é grande e ninguém faz nada até o incêndio ser devidamente controlado. Aguardemos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

72.5%
27.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp