14/06/2019 às 21h42min - Atualizada em 14/06/2019 às 21h42min

Klinger do Repórter Mirim poderá disputar eleição em Marechal Deodoro

Cenário pode dificultar reeleição do atual prefeito

Klinger tem feito um trabalho social voltado aos moradores de baixa renda
 
 
O líder do Instituto Repórter Mirim, Dêvis Klinger, vem sendo convidado e sondado pelas forças e correntes que fazem oposição ao atual prefeito de Marechal Deodoro.


Klinger não confirma a sua intenção de disputar o mandato de vereador, nas eleições de 2020.

Nas redes sociais, Klinger escreveu a frase: “Medo tem alguma utilidade, mas a covardia não”. E mais em baixo complementou: “Rumo a 2020”. 







 
O líder do Repórter Mirim tem deixado claro seu posicionamento diante da fraca gestão de Cláudio Filho, vulgo Cacau, atual prefeito, e agora confirma que poderá enfrentá-lo nas urnas, puxando a chapa proporcional, em uma articulação que passa inclusive por caciques políticos.






No entanto, o embate sobre Marechal não deverá aguardar, necessariamente, o ano que vem para começar.


Marcelo Avelino, presidente municipal do PSL, partido do Presidente da República. Jair Bolsonaro, teve uma amistosa conversa com Klinger no dia de hoje(14).






Vale lembrar que além de Marcelo Avelino(PSL), Klinger recebeu o convite direto de Júnior Dâmaso e Cristiano Matheus, para disputar uma cadeira na Câmara de Vereadores.



O prefeito de Marechal que mesmo com a fraca gestão irá tentar a reeleição, vai sofrer com a forte articulação de Klinger, que sabe jogar um bom xadrez político, o líder do Mirim pode fazer o grupo do prefeito virá apenas um "mosquito".

O Repórter Mirim  que não confirmou sua intenção em disputar o pleito, pode ser o fiel da balança com seu discurso forte, preciso e arrojado.






Na próxima semana o líder do Repórter Mirim se reunirá com Cristiano Matheus (ex-prefeito), e  com Júnior Dâmaso, principais lideranças políticas de Marechal Deodoro.


 
“De uma coisa podemos esperar, daí vai sair o próximo prefeito de Marechal Deodoro, conversarei com as lideranças que fazem oposição ao meu adversário Cacau Filho, estou sensível aos apelos para disputar a eleição, minha família já deu carta branca para que eu dispute, irei decidir nos próximos dias, se sair, vou disputar com carga máxima, agora depende dos amigos que fiz em Marechal, se eles quiserem, irei a luta”, disparou Klinger.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp