11/06/2019 às 18h58min - Atualizada em 11/06/2019 às 18h58min

PF extrai dados de celular de Moro para investigar ataque hacker

O processo permite obter o histórico de ligações e da utilização dos aplicativos. O objetivo dos policiais é tentar rastrear a origem dos ataques.

- Fonte: Renova Mídia
Foto: Reprodução
 

Peritos da Polícia Federal (PF) foram à sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública, nesta terça-feira (11), para realizar a extração de dados do aparelho celular do ministro Sergio Moro.

A tentativa de invasão foi informada à PF na última terça-feira, dia 4 de junho. Após suspeitar da ação de cibercriminosos, o ministro trocou de aparelho celular. É este aparelho antigo que teve seus dados extraídos para permitir o avanço da investigação.

De acordo com peritos da PF, só depois da análise dos dados do aparelho celular é que será possível saber se o hacker conseguiu ou não copiar o conteúdo das conversas do ministro.

 

Com o rastreamento das origens do telefonema e dos acessos ao aplicativo Telegram do celular de Moro, cujos dados ficam armazenados no sistema e nas operadoras de telefonia, seria possível chegar ao autor dos ataques, avalia a PF, segundo o site IG.

PF também investiga casos de ataques hacker contra procuradores da Lava Jato, como o coordenador da força-tarefa de Curitiba, Deltan Dallagnol, e também tentativas contra procuradores do Rio de Janeiro.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp