15/02/2022 às 08h24min - Atualizada em 15/02/2022 às 08h24min

PESADELO DE CUNHA: “O único pré-candidato que não depende de terceiros, nesse momento, sou eu”, diz Rui Palmeira

Ex-prefeito garante disputar Governo independente do apoio de Calheiros e Lira

- anoticiaalagoas.com.br

Pré-candidato ao Governo de Alagoas pelo PSD, o ex-prefeito de Maceió, Rui Palmeira revelou que sua aliança com a família Calheiros se deu apenas para a eleição municipal de 2020 na capital. Entre outros assuntos, Palmeira afirmou que não tem indicações na gestão de Renan Filho (MDB) e mostrou simpatia para compor com o grupo político do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (Progressistas). As informações foram dadas em entrevista ao programa na Mira da Notícia, da Rádio 96 FM.

“Em relação ao governador Renan Filho, o único acordo político que eu tive com ele foi em apoiar o mesmo candidato, que foi o Dr. Alfredo Gaspar, que mais uma vez mostra sua competência a frente da secretaria de Segurança Pública. Então, foi um acordo pontual. Não tenho acordo para 2022 e também não tenho qualquer indicação no governo Renan Filho”, informou Palmeira.

O ex-prefeito da capital alagoana foi além e disse que a nomeação do vereador licenciado por Maceió, Kelmann Vieira (Podemos), para a secretaria de Prevenção à Violência (Seprev) foi um entendimento entre o governador e o parlamentar-mirim. “Ele era do meu partido e tomou uma decisão isolada e pessoal que eu respeito. Mas eu não tenho, e nunca tive, qualquer tipo de indicação no Governo”, pontuou.

Rui Palmeira mostrou que tem dialogado com vários grupos políticos do Estado, mas indica preferência e aproximação com o atual presidente da Câmara Federal. “Dialogo bem com o deputado Arthur Lira e tive recentemente com ele. Tenho conversado também com outras forças políticas do Estado. Hoje eu acredito que tendo a presidência do PSD já me dá uma musculatura para pleitear uma pré-candidatura ao Governo do Estado”, disse.

O presidente estadual do PSD também alfinetou as pré-candidaturas do deputado estadual Paulo Dantas (MDB), e do senador Rodrigo Cunha (PSDB). “Dos pré-candidatos que estão postos, um reza meio dia, de tarde e de noite, pela renúncia do governador Renan Filho. Outro, reza de manhã, de tarde e de noite pela não renúncia do prefeito JHC. Então, o único pré-candidato que não depende de terceiros, nesse momento, sou eu”, disparou.

Por fim, quando questionado pelo jornalista Berg Morais se tiver a oportunidade de escolher entre os grupos de Renan Filho e Arthur Lira, Rui Palmeira revelou que será candidato independente de apoios.

“Eu acho que o barco do governador Renan Filho está muito cheio. Já tem essa questão da Assembleia Legislativa, já tem muita coisa por trás disto. Vai haver, provavelmente, se o governador renunciar, uma eleição indireta e parece que já fizeram um acordo em Miami. Eu acho que isso aí já está selado entre eles. Continuo dizendo que não tenho arestas com qualquer liderança política, consigo dialogar com Arthur, com o Governador Renan Filho, mas independente de apoios, serei candidato ao Governo do Estado”, concluiu.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp