01/03/2021 às 19h31min - Atualizada em 01/03/2021 às 19h31min

Pernambuco fecha praias e clubes nos finais de semana e restringe funcionamento de atividades não essenciais

Por Redação/Já é Notícia
Praia - Foto: Reprodução
A piora da pandemia da Covid-19 em Pernambuco levou o governo do estado a fechar praias, parques e clubes sociais nos finais de semana. Também foram proibidas atividades não essenciais das 20h às 5h, de segunda a sexta, e ao longo de todo o dia aos sábados e domingos.

Com relação às praias, o acesso nos finais de semana fica restrito apenas à prática de atividades esportivas individuais. As restrições valem a partir da quarta-feira (3) até o dia 17 de março. Elas foram anunciadas nesta segunda-feira (1º), após o estado ultrapassar 300 mil infectados e 11 mil mortes.

De acordo com o governo do estado, supermercados, padarias, farmácias, postos de gasolina e serviços de delivery e pontos de coleta dos restaurantes permanecem funcionando durante esse período.


Faculdades e escolas podem abrir até as 20h, assim como igrejas e templos religiosos, mas ficam fechados nos finais de semana. Comércios de rua não essenciais e shoppings também não podem funcionar aos sábados e domingos.

Os jogos do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste podem acontecer normalmente, mas permanece o protocolo atual, sem público nos estádios.

O anúncio dessas medidas foi feito pelo governador Paulo Câmara (PSB) em um pronunciamento. “Estamos agora com 93% de ocupação em nossos leitos de terapia intensiva, e nada aponta para a melhora desse quadro. Diante disso, estamos determinando a proibição das atividades não essenciais", declarou.
O objetivo dessas restrições é conter o avanço dos números do novo coronavírus em Pernambuco. "A contaminação e a hospitalização decorrentes da Covid-19 estão em aceleração, e precisamos reduzir o contato social para frear essa escalada dos números”, afirmou o governador.

Na gravação, Câmara também anunciou a abertura de novos leitos de UTI. Na terça-feira (2), são abertos 18 novos leitos no Hospital Agamenon Magalhães, número que deve ser ampliado para 50 até o final desta semana, de acordo com o governo.

Também no vídeo, o governador comentou sobre a negociação para a aquisição direta da vacina Sputnik. Na terça-feira (2), ele viaja para Brasília para uma reunião sobre isso.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp