21/02/2020 às 09h46min - Atualizada em 21/02/2020 às 09h46min

Por conta da crise no sistema de segurança pública, Ceará registra 29 homicídios em 24h; média é de 6 por dia.

Motim de PM's deixa ruas inseguras e apavora população cearense.

Foto: José Leomar/SVM/Divulgação

A crise na segurança pública está causando caos no Ceará. Em um período de 24h, a média de 6 homicídios por dia foi esmagada. Foram 29 assassinatos em um único dia. 

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública, é o recorde de mortes um dia, no estado. O número alarmante acontece durante o motim dos policiais e bombeiros militares do estado por aumento salarial. 

Reforço de forças Federais

O governador do Ceará, Camilo Santana, determinou que os policiais civis fizessem rondas nos bairros, em reação ao motim dos PM’s.

Além disso, o Governo Federal atendeu a pedido do governador e enviou tropas das Forças Armadas e Força Nacional para reforçar a segurança no estado. 


O envio de tropas do Exército acontece por meio da implementação da Garantia da Lei e da Ordem (GLO). 

Segundo o Ministério da Defesa, a aplicação da Garantia da Lei e da Ordem ocorre "nos casos em que há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública" e em "graves situações de perturbação da ordem". Nesses casos, é concedido a militares das Forças Armadas o "poder de polícia até o restabelecimento da normalidade".


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp