23/10/2019 às 07h20min - Atualizada em 23/10/2019 às 07h20min

CSA e Elite fazem final do Alagoano de Handebol neste domingo

Partida acontece no Ginásio do Sesi, no bairro do Trapiche, às 14 horas, com entrada gratuita; o campeão garante vaga em três competições

Gazetaweb
Foto: Reprodução
A final do Alagoano de Handebol 2019 já está pertinho de acontecer. Os finalistas, CSA e Elite, somam forças em busca do título do campeonato. O campeão terá vagas asseguradas no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste da modalidade. 

Os amantes do handebol poderão acompanhar a partida que acontece na tarde deste domingo (27), no Ginásio do Sesi, no bairro do Trapiche, às 14 horas. A entrada é gratuita.

Elite Handebol Clube

O time do bairro do Tabuleiro dos Martins chegou à final do Campeonato Alagoano de Handebol com 100% de aproveitamento. Recém-campeão da Copa Teotônio Vilela, o time foi criado em 2002, mas há três anos voltou com força máxima para disputar a primeira final do Alagoano nessa atual gestão. O clube ainda é amador, mas vem apresentando performances de time profissional e isso vem impressionando. 

O time investiu em atletas que estavam cotados para jogar fora do Estado e, apesar de o time ter uma idade média avançada, eles conseguem dar conta do recado. O clube tem treinado regularmente às terças e quintas-feiras, das 22 horas até 00h00, desde o início do ano, no ginásio do Colégio Fantástico, com o apoio do professor Isaac Coelho. Nesta semana que antecede ao jogo, não é diferente. 

No top 10 da artilharia deste ano, seis são jogadores do Elite, inclusive o pivô Eliel, que ocupa a primeira posição. O time não foi campeão no ano passado, mas o jogador da equipe João Marinho Júnior foi o artilheiro do campeonato, com 85 gols. João Marinho, que vive um bom momento com a camisa do clube, contou que a boa fase pessoal tem uma explicação. "Minha mãe, Edleuza Rocha, foi minha treinadora e maior incentivadora. Ela é meu espelho de vida". 

Em entrevista à Gazetaweb, João também falou sobre a jornada da equipe durante a competição. "Estamos muito ansiosos para esse jogo. Desde o início do ano, nós traçamos o objetivo de chegar até a final. Agora vamos enfrentar uma equipe forte, que desbancou CRB, clube com alguns dos melhores jogadores de handebol do Estado, na semifinal. Esperamos que as pessoas compareçam para prestigiar este esporte que é tão praticado no mundo e também na nossa capital, principalmente em escolas, mas que é muito desvalorizado", continuou o artilheiro.

Além da preparação para a finalíssima, a equipe do Elite também está engajada com causas sociais. O time está arrecadando alimentos e brinquedos de maneira voluntária para fazer a distribuição em instituições de caridade. Os interessados em ajudar, devem procurar o professor Isaac Coelho no dia da final, no Ginásio do Sesi Trapiche.

CSA

A equipe do CSA terminou a primeira fase da competição em terceiro lugar e, na semifinal, enfrentou o CRB, que era cotado para estar na finalíssima. Vindo de um resultado positivo em cima de uma grande equipe, o time marujo decidiu pegar mais leve nos treinamentos desta semana para descartar riscos de lesão e poder estar com força total na partida, quando o time estreará o novo uniforme feito pela diretoria do clube.

A boa fase do time também tem uma explicação: dois dos melhores goleiros atuantes do Estado jogam com a camisa maruja. Daniel Chagas e Michel Valeriano compõem o elenco finalista do Alagoano e são apostas para, assim como fizeram durante toda a competição, fechar o gol no jogo neste domingo.

Claudemir Luiz, responsável pelo time masculino, demonstrou confiança para essa final. "Desde o início do campeonato, mesmo com todos os obstáculos, tínhamos como objetivo chegar até esse último jogo. Já participamos de outras finais, em 2002 e também em 2017, e, neste ano, pudemos contar com o bom trabalho do treinador Donaldo Leopoldo, que vem executando muito bem os trabalhos frente à comissão".

Azulão feminino

As meninas do CSA também entram em quadra nesta semana. Sábado (26), às 14 horas, também no ginásio do Sesi, o time entra em quadra contra o Ipiranga, time de Olho d'Água das Flores. Quem passar enfrenta CRB ou Hand+ Alagoas um dia depois.

 "O projeto CSA Olímpico nos fez acreditar que o esporte amador feito com seriedade nos permite chegar a grandes resultados. Estamos novamente classificadas para as semifinais do maior campeonato de handebol do nosso Estado. Sabemos que serão jogos muito difíceis, mas acreditamos no trabalho da nossa comissão técnica, que intensificou nossos treinos, devido à parceria com o Colégio Tiradentes e do IFAL Campus Benedito Bentes, que nos cedeu espaços para treinamentos", falou Andreia Bonfim, coordenadora geral do Handebol do clube e atleta do time.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

72.5%
27.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp