17/09/2019 às 09h11min - Atualizada em 17/09/2019 às 09h11min

Petróleo registra queda um dia após disparada por ataques na Arábia Saudita

Estatal vê cenário de instabilidade no mercado e vai esperar para decidir se reajusta gasolina e diesel

UOL
Foto: Reprodução
Os preços do petróleo registravam leve queda hoje, após a disparada na segunda-feira em consequência dos ataques contra instalações na Arábia Saudita que provocaram o temor escassez e de uma escalada militar com o Irã.

Às 6H03 GMT (3H03 de Brasília), após o fechamento da Bolsa de Tóquio, a cotação do barril de Brent do Mar do Norte perdia 0,38%, a US$ 68,76, enquanto o preço do barril de petróleo americano WTI retrocedia 0,84%, a US$ 62,37.

Na segunda-feira, a cotação do Brent, referência no mercado mundial, disparou 14,6%, o aumento mais expressivo desde a criação deste tipo de contrato, em 1988.  

O barril de WTI, referência de petróleo no mercado de Nova York, subiu 14,7% na segunda-feira, maior aumento em uma sessão desde dezembro de 2008.

Os ataques drones no sábado contra duas instalações na Arábia Saudita provocaram a queda à metade da produção de petróleo do país, 5,7 milhões de diários a menos, o que representa quase 6% do abastecimento mundial.

Além do aumento dos preços, os ataques provocaram o temor de uma escalada militar entre Estados Unidos e Irã, acusado por Washington e Riad de responsabilidade pelas ações.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp