09/09/2019 às 13h11min - Atualizada em 09/09/2019 às 01h00min

Ecovia Norte, em Maceió, tem obras retomadas e nova previsão de conclusão

Construção da via que liga o Benedito Bentes a Guaxuma começou em 2010, ficou paralisada por anos, e agora deve ser entregue em 2020. Orçamento passa dos R$ 20 milhões.

G1 AL

Foto: Carolina Sanches
/ G1

A Ecovia Norte, pista que liga os bairros do Benedito Bentes e Guaxuma, em Maceió, teve as obras retomadas após anos de paralisação. Nesta segunda-feira (9), a prefeitura de Maceió deu uma nova previsão para conclusão do serviço, junho de 2020.

A construção da via, anunciada como importante alternativa ao sobrecarregado trânsito da capital, começou em 2010, com previsão de conclusão em dois anos. A partir daí, diversos fatores atrasaram a entrega, chegando até a paralisar completamente as obras.

Dos seis quilômetros da Ecovia Norte, somente um foi pavimentado.

O secretário municipal de Infraestrutura, Mac Lira, disse que os maiores problemas foram em relação à desapropriação da área por onde passa a via, mas que já essa etapa foi resolvida e agora não há mais impasse.

"Em 2016, nós retomamos [a obra], mas tivemos que parar por conta de negociação com o Incra [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária], porque aqui é um assentamento do Incra, isso teve que ser resolvido em nível nacional", explicou o secretário.


Orçamento

Em 2009, quando foi projetado o orçamento da obra, o valor anunciado foi de R$ 23.494.336,80. Oito anos depois, o orçamento já tinha saltado para R$ 27.959.321,42.

Contudo, em abril deste ano, ao anunciar a retomada das obras da Ecovia Norte, a prefeitura informou que o orçamento estava em aproximadamente R$ 25 milhões.

E este valor caiu ainda mais na última semana, quando a prefeitura anunciou um novo orçamento, aproximadamente R$ 22 milhões.

A reportagem do G1 questionou a Secretaria Municipal de Infraestrutura às 11h25, por telefone, sobre o motivo das diferenças na redução no valor do orçamento e aguarda retorno.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp