13/06/2019 às 15h36min - Atualizada em 13/06/2019 às 15h36min

Vídeo: Projeto Mãe Consciente promove primeira adoção em Alagoas

TV Tribunal acompanhou a entrega da recém-nascida ao casal inscrito no Cadastro Nacional de Adoção

- Fonte: TJ AL
Reprodução/Ascom TJ-AL
 

A TV Tribunal acompanhou a primeira adoção promovida pelo Projeto Mãe Consciente, do Tribunal da Justiça de Alagoas (TJAL), que ocorreu em União dos Palmares. A ação viabiliza a entrega de recém-nascidos para adoção de maneira legalizada.

Nelma Silva e José Edson Lima estavam na fila de espera do Cadastro Nacional de Adoção, e receberam a pequena Lara Sofia, que tem um mês de vida. A recém-nascida foi entregue à Justiça ainda na maternidade, porque a mãe biológica não tinha condições de criá-la. “Muita certeza do estamos fazendo”, afirmou Nelma. “Isso (entrega voluntária) é ato de amor”, reforça José.

A magistrada Soraya Maranhão, da 1ª Vara da Comarca, explica na reportagem que a entrega voluntária de crianças ainda na maternidade não é ilegal, e deve ser feita com os devidos procedimentos judiciais, junto à Vara da Infância e Juventude. A juíza salienta que o abandono e a entrega a terceiros podem caracterizar crime. "O projeto garante o sigilo da mulher. A criança será protegida e entregue a quem está no cadastro de adoção”, avisa a juíza.

Além dos conselheiros tutelares, os funcionários da maternidade de União dos Palmares foram capacitados pela Justiça sobre os direitos da mãe biológica. De acordo com o secretário estadual da saúde, Alexandre Ayres, serão feitas mais capacitações os profissionais da saúde, para que as mulheres tenham consciência de que podem fazer a entrega do bebê para adoção.

“Esse projeto evita distorção nas adoções”, avisou o desembargador Tutmés Airan de Albuquerque, presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, durante reunião com vereadores de Maceió e deputados estaduais objetivando a divulgação do projeto. 

O Mãe Consciente foi lançado no dia 24 de maio, no 8º Encontro Estadual de Adoção, promovido pela Coordenadoria  Estadual da Infância e Juventude (Ceij).

Assista o Vídeo: Projeto Mãe Consciente promove primeira adoção em Alagoas


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp