31/05/2019 às 14h00min - Atualizada em 31/05/2019 às 14h00min

AMA apoia governança proposta por Ministro Nardes

- Fonte: ASCOM AMA
Foto: AMA/AL

O ministro João Augusto Ribeiro Nardes, do Tribunal de Contas da União, defendeu hoje, em Maceió, a implantação da governança na Educação como ferramenta indispensável para a construção de um novo Brasil. Ao lado do conselheiro Cézar Miola, do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, que falou sobre o controle externo e a concretização do Plano Nacional de Educação, eles participaram da abertura do evento “ A governança na educação e os desafios da atuação do controle público” proposto pelo TCE de Alagoas , através da Escola de Contas.

Como presidente da AMA, o prefeito Hugo Wanderley garantiu que a implantação será estimulada nos municípios e destacou o projeto da cidade de Maragogi, que será a referência para todas as cidades alagoanas. “ O prefeito Fernando Sérgio já começou a disseminar a prática sendo o primeiro município brasileiro a adotar a governança e será o grande exemplo para todos nós”, concluiu Wanderley. O presidente da AMA classificou como importante o evento do TCE e garantiu que a Entidade continua como grande parceira dessa estratégia de fomentar as capacitações e todas as discussões em torno do PNE.

Governador em exercício, Luciano Barbosa também destacou a dinâmica do trabalho da Associação que, através de um regime de colaboração com o governo, através da Secretaria de Educação, está sendo exemplo e modelo para o Brasil, no avanço das políticas públicas.

O ministro Augusto Nardes , em sua palestra defende a “Governança na Educação”, e diz que o  assunto que vem sendo tratado como prioridade pelo TCU que mapeou o desenvolvimento da política educacional básica, identificando as fragilidades que comprometem a educação pública em todo o país. “Mas ressalto que Alagoas já avançou, agora dá um passo ainda maior através de Maragogi e vai concretizar a implantação porque os princípios da governança são indispensáveis para a melhoria da qualidade da educação brasileira através da meritocracia”.

A abertura do evento contou com a participação do presidente do TCE, Otávio Lessa, do diretor da Escola de Contas, conselheiro Anselmo Brito, membros da Corte, do deputado Marcelo Beltrão, presidente da Comissão da ALE, da OAB, Conselho Estadual de Educação, autoridades do Controle Externo além de Prefeitos, Vereadores e Secretários Municipais de Educação .


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp