09/05/2022 às 07h02min - Atualizada em 09/05/2022 às 07h02min

Com praia Bandeira Azul, Porto de Pedras participa de seminário nacional

 

Em participação remota, as secretarias de Turismo e Meio Ambiente de Porto de Pedras participaram do XV Workshop Nacional Bandeira Azul, que aconteceu em Cabo Frio, Rio de Janeiro. O evento reúniu cidades brasileiras que procuram ou querem manter a certificação internacional de qualidade ambiental em praias, marinas e embarcações de turismo.

Na temporada 2021-2022, a praia do Patacho, em Porto de Pedras, litoral Norte de Alagoas, foi certificada, passando a ser a terceira do Nordeste e a 22ª do Brasil. Para a próxima temporada, a cidade já cumpriu e apresentou todas as exigências para a renovação do título de sustentabilidade mais importante do mundo.

Nos dois dias de workshop, a coordenadora nacional, Leana Bernardi, anunciou as novidades do programa Bandeira Azul em todo o país. O principal objetivo do programa Bandeira Azul é conscientizar a sociedade, gestores públicos e empresários do segmento náutico sobre a necessidade de proteger ambientes marinhos e costeiros. O programa incentiva a realização de ações com foco em qualidade e proteção ambiental.

Durante todo o ano, a prefeitura de Porto de Pedras desenvolveu, através das secretarias de Turismo, Meio Ambiente, Educação e Obras, inúmeras ações envolvendo a comunidade para a importância da educação ambiental e sustentabilidade. A área da praia do Patacho passou por um processo de readequação com a instalação de banheiros, passarelas, reordenamento de ambulantes e replantio de toda a restinga natural. A fiscalização na área é permanente, através da guarda municipal e ambiental, para assegurar que os critérios exigidos pelo programa sejam cumpridos pelos frequentadores.

Para a próxima temporada, a prefeitura quer adotar novos acessos para reduzir o tráfego na região, contribuindo para a redução de gases.








ama-al


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

75.6%
24.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp