04/02/2022 às 11h05min - Atualizada em 04/02/2022 às 11h05min

Prefeitura do Pilar entrega quase 600 casas nesta sexta-feira (04)

A partir das 7h30, cada morador deve se dirigir, portando CPF e carteira de identidade, a um dos seis pontos de partida: CAIC, Rodoviária da Chã, Praça da Chã, Casas Novas (em frente à escola), Praça Floriano Peixoto e Praça Padre Cícero

- tribunahoje.com

sonho da casa própria é realidade no Pilar. Nesta sexta-feira (04), centenas de famílias vão receber as chaves das primeiras 458 casas do Residencial Pilar II, III e IV (clique aqui e confira a relação dos contemplados). A solenidade de entrega das unidades habitacionais acontece às 8h30, no Conjunto Cachoeira do Imburí, na Chã do Pilar.

Mais que garantir o direito à moradia, o residencial evidencia o compromisso da Prefeitura com o bem-estar da população, resgatando os lares dos pilarenses afetados pela cheia que, em 2017, causou destruição em Pilar e outras 26 cidades alagoanas.

E toda a logística para entrega das chaves já está definida. Equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social, SMTT e Guarda Municipal se reuniram nesta quinta-feira (03) para traçar os últimos detalhes, como o transporte dos pilarenses contemplados até o local do evento.

A partir das 7h30, cada morador deve se dirigir, portando CPF e carteira de identidade, a um dos seis pontos de partida: CAIC, Rodoviária da Chã, Praça da Chã, Casas Novas (em frente à escola), Praça Floriano Peixoto e Praça Padre Cícero.

Prefeito do Pilar, Renato Filho (MDB) destaca que o residencial é uma grande conquista da população pilarense. “A Prefeitura entrou com toda a contrapartida necessária para suprir esse déficit, garantindo os equipamentos públicos e serviços indispensáveis aos novos moradores. Afinal, nosso foco é cuidar de quem mais precisa, garantir qualidade de vida a cada vez mais pessoas e evitar, portanto, que elas que habitem áreas de risco”, afirma o gestor.

Além do prefeito Renato Filho, também vão participar da solenidade desta sexta-feira o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), a deputada estadual Fátima Canuto (PSC), entre outras autoridades.

As casas

Os conjuntos de casas populares do programa Casa Verde e Amarela – por meio do qual a União investiu recursos, na ordem de R$ 45 milhões, do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) – vão beneficiar 2,4 mil pessoas, reunindo infraestrutura completa de água, esgoto, iluminação pública, energia elétrica e drenagem.

Os residenciais também possuem salão de festas, playground e ciclovia, além de quadras poliesportiva e de lazer. Todos os espaços foram construídos considerando as demandas de acessibilidade. Pronta para morar, cada casa, por sua vez, tem 45,89 m², compreendendo dois quartos, uma sala, uma cozinha, um banheiro social e uma área de serviço.







 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp