14/01/2022 às 10h01min - Atualizada em 14/01/2022 às 10h01min

CASO PINHEIRO: COMISSÃO ESPECIAL SE REÚNE PARA INICIAR ESTUDOS E BUSCAR REPARAÇÃO DOS DANOS AO ESTADO DE ALAGOAS

Estudos devem ser concluídos em até 90 dias, relatando todos impactos econômicos, sociais e patrimoniais causados pela subsidência

A Comissão Especial responsável por analisar o “caso Pinheiro” se reuniu, nessa quinta-feira (13), na sede da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL), para tratar dos procedimentos de autocomposição e respectiva elaboração de estudos de impactos financeiros, socioeconômicos e ambientais decorrentes.

“Este foi o primeiro encontro da Comissão para estudar e buscar reparação dos danos ao estado de Alagoas, relativos à questão do colapso no solo em razão da exploração de sal-gema em área urbana realizada pela empresa petroquímica Braskem. Em até 90 dias, os estudos devem ser concluídos relatando todos impactos econômicos, sociais e patrimoniais causados pelo problema”, ressalta o secretário de Estado da Fazenda de Alagoas, George Santoro.

Criada pelo Decreto nº 76.376/2021 e tendo a Sefaz na presidência, a Comissão é composta por representantes das seguintes Secretarias de Estado: da Educação (Seduc); da Infraestrutura (Seinfra); do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag); da Saúde (Sesau) e de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand).A Comissão também é formada pelos órgãos: Gabinete Civil; Procuradoria Geral do Estado (PGE); Instituto do Meio Ambiente (IMA); Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e Gás de Alagoas S.A. (Algás).









alagoas.al.gov.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

75.6%
24.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp