13/04/2021 às 19h41min - Atualizada em 13/04/2021 às 19h41min

Mais de 3.500 portadores de HIV em Alagoas terão prioridade na vacinação contra a Covid-19

Novo grupo prioritário foi incluído no Plano Nacional de Imunização no fim de março

Mauricio Santana
Gazeta Web
Novo grupo prioritário foi incluído por HIV/Aids passar a ser considerada comorbidade na ação da Covid-19
No fim do mês de março, o Governo Federal anunciou a inclusão de pessoas portadoras do vírus HIV/Aids, com idade entre 18 e 59 anos, no grupo de indivíduos que receberão prioridade para receber a vacina contra a Covid-19. Em Alagoas, essa medida contempla mais de 3.500 cidadãos.
 

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau/AL), até o fim de 2019, haviam 3.495 alagoanos infectados com o vírus. Os dados do ano de 2020 ainda não estão disponíveis, mas especula-se que serão mais de 3.500 pessoas.

Segundo a nota técnica emitida pelo Ministério da Saúde (MS), o HIV/Aids passa a ser considerada uma comorbidade, podendo agravar a ação do novo coronavírus. Portanto, os portadores com idade entre 18 e 59 anos devem ser incluídos no grupo prioritário, se vacinando após as pessoas com 60 anos ou mais. A restrição de idade se dá pelo fato de pessoas a partir de 60 anos já serem priorizadas.

 

Vacinação em Maceió

Atualmente, a capital alagoana está concluindo a primeira etapa de vacinação ao imunizar pessoas com 60 anos ou mais. Em seguida, o grupo prioritário que inclui os portadores de HIV/Aids com idade entre 18 e 59 anos irão se vacinar. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a inclusão do novo grupo prioritário contempla 2.748 cidadãos.

Além dos portadores de HIV/Aids, também recebem prioridade na vacina: pessoas com deficiência permanente; pessoas em situação de rua; população privada de liberdade; funcionários do sistema de privação de liberdade; professores do ensino básico; trabalhadores da educação; forças de segurança e salvamento; forças armadas; trabalhadores do transporte e caminhoneiros; portuários e trabalhadores industriais.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp