04/03/2021 às 19h19min - Atualizada em 04/03/2021 às 19h19min

Covid: Veja o que muda em Alagoas com o retorno à fase amarela

Estão suspensas, pelos próximos 15 dias, cirurgias eletivas em todo o Estado, com exceção dos procedimentos de câncer e cardiovasculares

Hebert Borges
Gazeta Web
Lojas do Centro de Maceió funcionarão das 9h às 17h
Com o retorno de Alagoas à Fase Amarela do distanciamento social controlado, anunciado nesta quinta-feira (4) pelo governo do Estado, o horário de funcionamento de diversos setores da economia será alterado. Além disso, outros segmentos estarão de portas fechadas. As medidas valem pelos próximos sete dias, a começar nesta sexta-feira (5).

Confira como fica o funcionamento dos estabelecimentos:
 

- Suspensão de todos os eventos, pessoais e comerciais;

- Suspensão de boates, casas de shows e similares;

- Bares e restaurantes, ônibus, academias, funcionando com 50% de capacidade;

- Templos religiosos, funcionando com 60% da capacidade.

Restrição de horários:
 

- Bares e restaurantes até 23h;

- Shoppings: das 11h às 21h;

- Lojas de Rua: das 10h às 21h;

- Centro: das 9h às 17h.

Segundo o governo do Estado, as alterações de mudança de horário servem também para evitar aglomerações no transporte público. “Cumpra as medidas para que a gente não seja obrigado a tomar medidas mais drásticas. Isso é por sete dias, nós vamos observar o que acontecerá em Alagoas. Na próxima semana teremos outra reunião e as regiões podem mudar de fase”, explicou.
 

Há ainda a possibilidade de outras medidas restritivas, aponta o governo do Estado. “Pode voltar mais fase? Pode. Nessa Fase Amarela não vai fechar o comércio, mas nós vamos delimitar horário e outras coisas a mais”, explicou o governador.

Alagoas, segundo o governo do Estado, está no limite máximo do que o equilíbrio permite. Para priorizar o atendimento às vítimas de Covid-19, o governador anunciou também que estão suspensas, pelos próximos 15 dias, as cirurgias eletivas em todo o Estado, com exceção dos procedimentos de câncer e cardiovasculares.

"Você que puder, evite. Evite acidentes de carro, acidentes de moto, viagem desnecessária, evite correr risco nesse momento. Estamos com dificuldades de oferecer atendimento para quem precisa”, reconheceu o governador.

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

73.2%
26.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp