17/04/2020 às 11h01min - Atualizada em 17/04/2020 às 11h01min

Eleição para procurador-geral de Justiça de AL é realizada em modelo drive thru

Seis candidatos serão escolhidos em lista tríplice para disputar a chefia do MPE

internet

Está sendo realizada, desde às 9h desta sexta-feira (17), a eleição para a formação da lista tríplice do cargo de procurador-geral de Justiça, no prédio-sede do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL), em Maceió. A ação ocorre em sistema de drive-thru, ou seja, promotores e procuradores de Justiça não vão precisar descer de seus carros para votar, cumprindo, assim, o decreto de isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus. Seis candidatos, no entanto, disputam a chefia da instituição.

Entre os candidatos, dois procuradores de Justiça e quatro promotores de Justiça estão na disputa. Pelo sorteio, realizado em reunião nessa terça-feira (14), os nomes aparecerão da seguinte forma: Antônio Luis Vilas Boas Sousa, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, Wesley Fernandes de Oliveira, Marcus Rômulo Maia de Mello, Eduardo Tavares Mendes e Flávio Gomes da Costa Neto.

 

Também nessa mesma reunião, ficou estabelecido que serão considerados nulos aqueles votos que tiverem marca ou sinal fora dos quadriláteros que deverão ser assinalados.

O encontro foi coordenado pela comissão eleitoral formada pelo procurador-geral de Justiça interino, Sérgio Jucá, e pelos promotores Isaac Sandes Dias, Luciano Romero da Matta Monteiro e Almir José Crescêncio.

Sistema drive-thru e em ordem alfabética

Esse formato foi escolhido para evitar aglomerações e respeitar as recomendações das autoridades sanitárias e de Saúde, que orientam a população para ficar em isolamento social como forma de enfrentamento à Covid-19, doença provocada pelo coronavírus.

A votação também obedecerá a ordem alfabética dos nomes dos membros do Ministério Público. Das 9h às 10h, votarão os promotores de Justiça entre os nomes de Adézia Lima de Carvalho e Antônio Luiz Vilas Boas. Entre 10h e 11h, serão aqueles a partir de Antônio Luiz dos Santos Filho até Denis Guimarães de Oliveira.

Das 11h ao meio-dia, a lista compreende os nomes entre a procuradora de Justiça Denise Guimarães de Oliveira e o promotor Hélder de Arthur Jucá Filho. Na sequência, votarão os membros a partir de Hermann Brito de Araújo Lima Júnior e se encerrará com Karla Padilha Rebelo Marques.

Entre 13h e 14h, serão a vez dos promotores entre os nomes de Kícia Oliveira Cabral de Vasconcellos e Marcos Barros Méro. Os membros a partir de Marcus Aurélio Gomes Mousinho até Mirya Tavares Pinto Cardoso Ferro Franco irão às urnas entre às 14h e 15h.

Das 15h às 16h, estão os nomes compreendidos entre Neide Maria Camelo da Silva até Sérgio Ricardo Vieira Leite. E, por fim, a partir das 16h e seguindo até às 17h, depositarão seus votos os promotores que estiveram na lista entre Sérgio Rocha Cavalcanti Jucá e Wladimir Bessa da Cruz.

Com o encerramento do pleito às 17h, a comissão eleitoral vai computar os votos e anunciar quem foram os três candidatos mais votados.

A eleição

O pleito para a escolha dos nomes que formarão a lista tríplice é previsto no § 2º do art. 8º da Lei Complementar Estadual nº 15 de 22 de novembro de 1996. Os três membros mais votados, obedecida a ordem decrescente de votação, não computados os votos em branco e os nulos, resolvidos os empates pela antiguidade na instância, na carreira, no serviço público e, finalmente, pela idade, preferindo-se os mais antigos, que podem ser promotores e/ou procuradores de Justiça, terão seus nomes encaminhados ao governador do estado, a quem cabe escolher quem chefiará o MPAL, por dois anos, já a partir deste mês de abril.


fonte/gazetaweb.globo.com


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O que deve ser feito com os prédios abandonados de Maceió que oferecem riscos à saúde pública e à vida das pessoas?

72.5%
27.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp